Empresas como supermercados e restaurantes precisam ter atenção redobrada na gestão de estoque. Isso, porque grande parte dele é composto por produtos perecíveis.

Quer descobrir os principais desafios da gestão de estoque de produtos perecíveis? Então continue lendo!

Qual o desafio de fazer gestão de estoque de produtos perecíveis?

Engana-se quem pensa que basta controlar as datas de validades para fazer uma boa gestão de estoque de produtos perecíveis. Isso, pois há outras variáveis que podem avariar a mercadoria, mesmo dentro do prazo determinado pelo fabricante.

Vale lembrar que vender alimentos vencidos ou estragados é crime passível de multa e até interdição do estabelecimento. Além disso, o consumo de alimentos estragados pode causar graves consequências na saúde dos clientes, de intoxicação alimentar até morte.

Outro ponto negativo para a empresa que vende alimentos vencidos ou estragados (ou mesmo que é pega por fiscalizações) é sobre sua credibilidade. Isso, sem contar a possibilidade de processos por parte de clientes lesados.

Na gestão de estoque, chamamos de quebra operacional quando um produto está em estoque, mas não pode ser comercializada. Isso, por conta de data de validade vencida ou mesmo avarias na mercadoria.

 

Mas afinal, como fazer a gestão de estoque de produtos perecíveis?

Existem algumas práticas fundamentais para quem precisa fazer a gestão de estoque de produtos perecíveis. Vamos listar as principais a seguir:

  • Limpeza no armazém;
  • Observar a necessidade de cada produto;
  • Controle de datas de validades;
  • Organização no armazém;
  • Uma boa gestão de compras.

Agora, vamos nos aprofundar em cada uma dessas dicas

  • Limpeza no armazém

Manter o armazém com limpeza impecável é crucial para uma boa gestão de estoque de produtos perecíveis. Isso, porque este tipo de estoque pode atrair insetos e roedores que vão tentar consumir os alimentos. Um ambiente limpo evita a proliferação destes tipos de animais e ainda impacta no próximo item desta lista.

  • Observar a necessidade de cada produto

Outro ponto muito importante para a gestão de estoque de produtos perecíveis é respeitar as necessidades de cada produto.

Por exemplo, alimentos congelados precisam ficar a -12o.C, já os resfriados por volta de 5o.C. Produtos secos não podem ficar expostos a altas temperaturas e precisam de ventilação.

Caso esses cuidados não sejam respeitados, os produtos, mesmo dentro do prazo de validade, podem estragar.

Veja mais dicas para evitar produtos vencidos nas prateleiras.

  • Controle de datas de validades

Outra prática fala justamente das datas de validade. Uma boa estratégia para a gestão de estoque de produtos perecíveis é usar o FIFO, a sigla para “First in, first out”.

Com essa técnica, fica estabelecido que os primeiros produtos a entrarem no armazém devem ser os primeiros a sair. Isso vale para ser usados como insumos em restaurantes ou ir para as prateleiras, em supermercados e lojas.

Para fazer um bom controle das datas de validade e da ordem de chegada dos produtos é preciso muita organização. Inclusive, ferramentas de gestão empresarial são muito úteis nisso. O Bluesoft ERP, por exemplo, conta com funcionalidades de gestão de estoque por data de validade e lote dos produtos.

  • Organização no armazém

Um dos motivos de ruptura de estoque que mais enfurecem os varejistas é não comercializar um produto porque não o localizou no estoque. Pode ser o caso de estoque virtual, mas em muitas vezes a situação é que a mercadoria simplesmente não foi localizada.

O segundo caso é terrível para a gestão de estoque de produtos perecíveis. Pois é comum que durante este período em que a mercadoria está “desaparecida”, sua data de validade expire ou que suas necessidades não sejam respeitadas.

  • Uma boa gestão de compras

Uma boa gestão de compras ajuda muito nesta operação. Isso, porque com boas negociações é possível fazer várias  encomendas em um pequeno período de tempo ou mesmo fazer uma compra grande, que será entregue de forma distribuída. Assim, é mais fácil ter produtos frescos nas gôndolas.

Conclusão

A gestão de estoque de produtos perecíveis é um dos grandes desafios do varejista, mas deve ser executado com bastante atenção. Isso, ou as consequências podem ser muito graves!

Mas não se preocupe que ferramentas, como o Bluesoft ERP, podem contribuir muito para a exatidão desta operação. Um sistema de gestão empresarial voltado ao varejo tem, além do controle de datas de validade e lotes, controle de compras e vendas, gestão de estoque com endereçamento logístico e várias outras funcionalidades pensadas na sua realidade.