Todo bom administrador sabe que um dos principais pontos de uma boa gestão é o controle dos custos e despesas.

Sem esse controle dificilmente a empresa terá um bom resultado, atingirá o resultado esperado, ou  até mesmo poder minimizar prejuízos devido a fatores diversas que podem afetar a empresa, como exemplo mais recente desse fator temos: nossa economia.

Como existem diversos tipos de custos e despesas, hoje falaremos dos tipos de custos, aqueles gastos realizados com bens ou serviços utilizados na produção de outros bens ou serviços para comercialização, que será a fonte principal de receita da sua empresa. 

Custo de produção

É obtido pelo somatório dos custos advindos do consumo de bens e serviços para que um outro bem ou serviço seja produzido.

Podemos classificar ainda o custo de produção em duas situações:

  • a priori: o custo é estimado antes que o processo produtivo
  • a posteriori: o custo é obtido após o processo produtivo.

Custos Diretos

São os custos diretamente ligados aos produtos, tais como: compra de mercadoria, frete, entre outros.

Esse tipo de custo é aquele conseguimos mensurar de forma objetiva diretamente a produção do bem ou serviço.

Custos Indiretos

Custos que são necessários para obter produtos porém não estão diretamente relacionados, esse tipo de custo é o mais difícil para controle e o que precisa de mais atenção.

Como por exemplo: pagamento de funcionários, custo de energia elétrica para produção, custo de armazenagem, etc.

Custo de reposição

É um método de custo que usamos como critério de avaliação os custos futuros das novas aquisições não observando os custos históricos dos itens consumidos.

Podemos considerar o termo em inglês NIFO=Next in first out, ou seja, o próximo produto a entrar o primeiro a sair.

Custo fixo

São os gastos operacionais que ocorrem independente da produção, em outras palavras que permanece inalterado independente do nível de utilização de sua capacidade de produção

Como exemplo: Salário fixo ou mensal do administrativo, depreciação de máquinas e equipamentos, parte fixa da conta de energia elétrica.

Custo variável

Caracterizam-se pelos gastos diretamente relacionados à produção de um bem ou serviço, ou seja, só ocorrem quando existe a produção destes.

Como exemplo, podem ser citados: Matéria-prima e salário do pessoal da área produtiva.

Custo padrão

É a determinação antecipada dos componentes do produto, em quantidade e valor, apoiada na utilização de dados de várias fontes, com validade para determinado espaço de tempo.

Custo médio

Esse tipo de custo é o admitido pela nossa legislação fiscal brasileira para apuração e mensurar os custos de estoque.

Devem ser obtidos a partir de médias, custos dos estoques totais divididos pelas quantidades, ou seja: compras em quantidades e valores, adicionados ao estoque em valor e quantidade, somando-se e dividindo para chegar em nova média de valores e totalizando as novas quantidades.


Veja nos diferentes tipos de custos, como pode ser feita uma avaliação de cada um para conseguir melhorar a gestão deles, e quando falamos em melhorar a gestão queremos dizer analisar melhor como podemos não só reduzir, mas também investir melhor em determinado custo e com isso torna uma estratégia para posteriormente outros custos serem reduzidos automaticamente.

Um exemplo podemos citar: Nos custos indiretos você observou que a partir de um determinado período o custo começou a aumentar, e identificou que esse custo que é devido a uma manutenção, neste caso o administrador deve parar e analisar: Comprar um novo equipamento será mais rentável neste momento ou melhor eu continuar tendo esse custo de manutenção por mais um tempo?

Outro exemplo: Contrato um funcionário para realizar a execução de serviços, de inicio contratei devido ao salário ser abaixo do mercado ou não mantive o anterior devido ao salário estar alto, porém, todos meus clientes reclamaram e tivemos que refazer o serviço. Nesse caso o custo com o retrabalho não compensou não manter o empregado antigo com salário alto, pois o custo ficou maior depois.

Análises nesse sentido em todos os custos ajudará à você ter uma dimensão não só no momento mas no futuro conforme a operação da empresa ocorrer, por isso é muito importante entender todos os tipos de custos, para assim saber onde aumentá-lo (investimento) e claro sem dúvida também diminuí-los quando observar que eficiência da sua empresa esta aumentando.

Esperamos ter ajudado a entender um pouco sobre os custos, se tiver dúvidas e sugestões fique a vontade para comentar!

Renan Ferreira 

Analista de Negócios – Tributário