EDI

Imagine uma empresa que emita centenas de boletos de cobrança para seus clientes diariamente. Agora tente imaginar a complexidade do controle de todos esses títulos a receber manualmente. Parece difícil? Veja abaixo como o uso do EDI de Cobrança pode resolver esses problemas.
 

Os Problemas da Cobrança Manual

Vamos tomar como exemplo uma rede varejista que utilize vendas pela internet. A quantidade de cobranças a serem emitidas por dia podem ter um volume muito grande, com isso, temos problemas como:


complexidade Complexidade:
a emissão de centenas de boletos de forma manual gera grande complexidade e toma muito tempo do colaborador responsável pelas cobranças;
 

confiançaFalta de Confiança nas Informações:
há casos em que alguns boletos acabam não sendo enviados para o banco, ou situações em que boleto foi pago corretamente, porém o colaborador esqueceu de efetuar a baixa no sistema. O que causa dúvidas em relação aos dados do controle financeiro;
 
gastosGastos Excessivos: a emissão de boletos bancários geram para a empresa um custo de R$ 2,00 a R$ 4,00 reais em média por boleto, além dos custos de impressão. Além disso, caso seja necessária uma segunda via do boleto, esse gasto é em dobro.
 
 
problemasPossíveis problemas com clientes: se um colaborador esquecer acidentalmente de efetuar a baixa do boleto, esse título constará em aberto para a loja, portanto dará a impressão de que o cliente está inadimplente e pode causar o bloqueio para próximas compras, o que sem dúvidas causaria um grande transtorno e a insatisfação do cliente.

 

Para problemas como esse, a possibilidade de fazer cobranças eletronicamente através do EDI apresenta-se como a solução ideal.
 

Mas o que é EDI?

EDI (Eletronic Data Interchange) é um arquivo eletrônico que permite a troca de informação entre empresas e seus parceiros (tais como Bancos) através da internet, automatizando assim os processos tradicionais de cobrança e outros tipos de operações bancárias
 

Vantagens do EDI de Cobrança

O uso de EDI para cobranças pode trazer diversas vantagens para a empresa, entre elas:


agilidadeAgilidade nas operações:
o uso do EDI permite a integração completa entre o sistema ERP e a cobrança no banco, dessa forma, o colaborador responsável pela área financeira poderá encaminhar todos os títulos para o banco em um único passo, sem a necessidade de lançar título a título no sistema de emissão de boletos do banco, por exemplo.
 
reduçaoRedução de Custos: com a cobrança eletrônica, não há a necessidade de emitir boletos separadamente através do banco, o que elimina a taxa por boleto que foi mencionada anteriormente, além de reduzir os custos com impressões, uma vez que se torna possível enviar as cobranças por e-mail para os clientes.
 
confiabilidadeConfiabilidade: como as operações são feitas automaticamente, é possível eliminar riscos de erros causados por equívocos de usuários, além de proporcionar a certeza sobre a veracidade dos dados do sistema e sobre os status de pagamento de cada boleto;
 
controleFacilidade de controle: o uso do EDI pode facilitar até mesmo outras operações do dia-a-dia, tais como a conciliação de recebimentos automáticos, possibilidade de controle dos títulos recebidos em diversos bancos em uma única tela, reapresentação automática após o vencimento, entre outros;
 
lucratividadeAumento da Lucratividade: a cobrança eletrônica de títulos torna claro o aumento na lucratividade, considerando as reduções de custos operacionais mencionados anteriormente (custo de emissão de boletos, impressões, etc), o que tornará o valor líquido da venda maior para a empresa. Além disso, os colaboradores dessa área poderão reduzir o tempo gasto nas verificações manuais, passando a ter mais tempo livre para investir em atividades de maior relevância.
 
Mesmo que sua empresa não tenha um grande volumes de cobranças, o uso do EDI também pode trazer muitos benefícios para você. Conheça também as vantagens do uso do EDI Bancário e do EDI de Cartões oferecidos pelo Bluesoft ERP.

Gleycielle Souza

Analista de Negócios – Financeiro