No Papo Express de hoje, Larissa Ramos fala sobre Sortimento.

Sortimento é a quantidade de tipos de itens que serão vendidos dentro de uma categoria. Muitos produtos possuem variação de cor, tamanho, composição, estilo, etc., sendo então chamados de produtos com grade.

Cada interseção da grade, estilo, composição, cor, tamanho, é um tipo de item individual. Sortimento é também conhecido como profundidade e está também ligado ao conceito que se quer ter de uma loja.

Se o conceito for de especialista, a tendência é ter um sortimento elevado da categoria trabalhada. Se é uma loja de departamentos, pode-se admitir um menor sortimento de cada categoria.

O processo de definição de sortimento de um supermercado de ser elaborado com base nos hábitos de consumo da população, na classe social predominante e no conhecimento da concorrência.

Ouvir o consumidor é uma das etapas mais importante nesse processo, envolve o processo de compra propriamente dito, ou seja, o que ele compra e o que não compra em supermercado, as causas e os motivos dessas compras.

Na segunda etapa é importante entender o que o consumidor gosta nos concorrentes existentes no mercado local, esse são os itens indispensáveis a ser incluído no sortimento. A última etapa é conhecer as expectativas dos clientes, essa etapa deve ser iniciada perguntando quais tipos de produtos ou categorias que você gostaria de encontrar em um supermercado e não existe no mercado local.

Porém, considerando que muitas vezes o cliente “não sabe realmente o quer”, o pesquisador deve induzir o consumidor, ou seja, apresentar alguns produtos e ver a importância que será dada para a maioria dos consumidores pesquisados.

As empresas que aplicam corretamente esse processo conseguem atingir mais facilmente os consumidores, conseguem definir um ótimo sortimento de produtos, enfrentar a concorrência, evitar perdas financeira com quebras por vencimento ou por estoques parados (sem o giro adequado) e, principalmente viabilizar o retorno do capital investido.

Assista ao vídeo. =D