Você sabe  o que significa o termo Disclosure Contábil?

Disclosure se refere as evidências fornecidas nas demonstrações contábeis que auxiliam aos usuários da contabilidade e interessados a conhecer a situação econômica, financeira, e até social da empresa.

Objetivo principal do Disclosure

Para as empresas realizar um bom disclosure demonstra interesse em ser transparente no mercado, o que é importante para as que necessitam de capitação de recursos externos. Realizando um bom disclosure, ou seja, informações verídicas e sustentáveis da situação financeira, econômica e social a organização dará a seus interessados dados para melhor tomada de decisões.

Para os investidores ou qualquer pessoa interessada na empresa, ao analisar as evidências levantadas, ja é um bom indício que existe transparência o que acaba naturalmente tendo maior crédito no mercado em geral.

Como saber que as evidências estão confiáveis?

Para todas as evidências realizadas, as empresas precisam seguir um padrão em cada informação prestada, como se fosse os princípios a serem usados em cada evidência fornecida, que são:

Compreensibilidade, Pertinência, Materialidade, Confiabilidade e integridade, Representação fiel, A essência sobre a forma, Neutralidade e prudência e Comparabilidade.

Quais as principais evidências propostas?

Não existe um padrão oficial para quais evidências devem estar contidas nos demonstrativos contábeis da empresa.

O IASB (International Accounting Standards Board), porém, propõe algumas evidências como sendo importantes, veja no quadro abaixo:

Evidenciações sugeridas pelo IASB.

IASB Assunto Sugestão de divulgação
1 Divulgação
de políticas
contábeis
Políticas contábeis significativas, continuidade, uniformidade e competência não precisam ser divulgadas caso sejam atendidas.
2 Avaliação e apresentação
de estoques
Os estoques devem ser desdobrados em subclassificações no balanço, de modo que seja apropriado ao tipo de negócio e de forma a indicar o montante de cada uma das principais categorias de estoques.
3 Depreciação Métodos de depreciação utilizados, as vidas úteis ou taxas de depreciação usadas, o total de depreciação debitado no período e o montante total dos ativos depreciáveis e sua respectiva depreciação acumulada.
9 Pesquisa e desenvolvimento Total de custos com pesquisas e desenvolvimento, incluindo sua amortização, bem como os critérios para amortização de novos projetos e os projetos baixados no período.
10 Contingências e eventos ocorridos
após a data
do balanço
Natureza da contingência, fatores incertos que possam afetar o desfecho futuro, estimativa do efeito financeiro ou que esta é impraticável; da mesma forma, devem ser divulgadas a natureza e estimativa do efeito financeiro, se praticável, dos eventos ocorridos após o balanço.
11 Contratos de construção Montantes de construções em progresso; adiantamentos recebidos e valores a receber por conta dos contratos.
12 Imposto sobre
a renda
Imposto de renda referente às atividades usuais da empresa, sobre itens incomuns, de períodos anteriores ou decorrentes de mudanças nas políticas contábeis, efeitos fiscais de reavaliação de ativos.
14 Informações financeiras por segmentos da empresa Para cada segmento industrial ou geográfico descrito, vendas ou outras receitas operacionais, resultado, ativos segmentares e as bases de preços intersegmentares.
17 Arrendamentos Arrendamentos financeiros, e respectiva receita financeira e valores residuais, taxas, desdobrar os ativos envolvidos entre arrendamento financeiro e operacional.
19 Benefícios de aposentadoria Políticas contábeis, incluindo o método de avaliação utilizado, montante da insuficiência e uma descrição do enfoque adotado para a contribuição ao fundo.
20 Subvenções governamentais Natureza e extensão das subvenções governamentais e outras formas de assistência governamental, assim como eventuais condições não cumpridas relativas a essa assistência.
22 Combinação
de empresas
Método de contabilização utilizado e, quando aplicável, percentagem do poder de voto das ações adquiridas, ágios existentes e custo de aquisição.
24 Partes relacionadas Compra ou venda de ativos, prestação de serviços ou relacionadas ao recebimento de serviços de leasing, transferência de pesquisa e desenvolvimento, financiamentos, garantias prestadas ou recebidas, contratos de administração.
25 Investimentos Políticas contábeis, receitas com os investimentos, valor de mercado dos investimentos negociáveis, restrições sobre a possibilidade de realização dos investimentos, reserva de reavaliação existente etc.
27 Consolidação Natureza do relacionamento entre a controladora e as investidas, relação das investidas e participações diretas e indiretas, razões para excluir uma investida.
31 Joint ventures Divulgação de eventuais contingências e qual sua participação, quaisquer compromissos relativos a bens de capital, descrição de seus interesses nas joint ventures e a proporção de sua propriedade em entidades controladas conjuntamente.
E-48 Exposure draft sobre instrumentos Discussão da evidenciação das modalidades de instrumentos financeiros, natureza, políticas contábeis de avaliação de riscos envolvidos, de taxas, de crédito, valor de mercado etc.

Para saber mais sobre evidenciação, disclosure e revelação acesse o link que conterá muito mais detalhes sobre o assunto.

Tem alguma dúvida, sugestão ou critica?
Por favor deixe seu comentário no final da página.
Até a próxima!

Renan Ferreira 

Analista de Negócios – Tributário