Nos dias atuais procurar o melhor preço em produtos de consumo diário é o melhor remédio, ainda mais com as incertezas da atual economia. Em alguns casos, fazer a compra de produtos em quantidades maiores do que a de costume, pode ser uma grande vantagem e claro uma economia para o bolso.

Certo! Só que nem todas as lojas vendem em grandes quantidades, normalmente é uma ou duas unidades com o preço definido. Um ramo de comércio que é bastante conhecido e que vendem em grandes quantidades é o famoso Atacado, só que a maioria só atende a revendedores e poucos para o consumidor final, já os comércios que vendem em unidades são chamados de varejo, esses sim fazem a venda diretamente para o consumidor final.

O que vem mudando nos últimos anos, é o atacado fazer a venda diretamente para o consumidor final, ou seja, vender com o preço de atacado só que com quantidades menores, fazendo assim com que o preço seja mais competitivo, e o cliente seja beneficiado com a compra, esse novo ramo é chamado de Atacarejo.

Saiba um pouco mais as diferenças entre Atacado, Varejo e o Atacarejo:

O que é Atacado?

Atacado: O comércio de atacado se destaca pelas compras em grandes quantidades das indústrias, fazendo com que suas vendas sejam especificas para revendedores pequenos e médios varejos. Alguns atacados ou conhecidos também como distribuidores, possuem vendedores que atendem o pequeno varejo direto no seu domicílio.

O pequeno varejo, por exemplo, é aquele mercadinho do bairro, bar da esquina ou doceria. A indústria não consegue atender esse tipo de comércio por causa da quantidade que esses clientes compram.

O que é Varejo?

Varejo: O comércio de varejo é considerado o popular, porque, é onde a grande maioria da população faz suas compras em pequenas quantidades, onde, na lojinha, no supermercado, no hipermercado, no açougue do bairro que vendem diretamente para o consumidor final, estes são considerados comércio varejista.

O que é Atacarejo?

Atacarejo: Como o nome já diz é o mix de atacado e varejo, é um modelo de comércio que vendem para o pequeno varejista e também diretamente para o consumidor final. Uma das grandes vantagens é que o consumidor final poderá comprar ao mesmo preço do pequeno varejo, lembrando que a maioria dos atacarejos a regra de preço igual do revendedor e para o consumidor final, vale a partir das quantidades de compra.

Conclusão

Independente do seu modelo de negócio, há tecnologias que podem ajudar muito na operação e controle da empresa.

O Bluesoft ERP, por exemplo, possui um módulo de Força de Vendas. Com ele, revendedores realizam vendas para seu atacado ou distribuidora através do aplicativo mobile (disponível para Android ou IOS).  E o melhor, mesmo sem internet é possível fazer a venda offline e após sincronizar os dados diretamente com o ERP, que faz controle de estoque, gerenciamento de vendas dos produtos e muito mais.

Que tal ficar por dentro dos últimos conteúdos da Bluesoft? Então inscreva-se em nossa newsletter no canto superior direito desta página.