imagem-glace

 

Com o avanço das tecnologias e o aumento da preocupação com o meio ambiente, cada vez mais pessoas e empresas tem optado por realizar eletronicamente as operações que antes só eram possíveis de se fazer manualmente e através de documentos em papel. Uma dessas operações trazidas através dessas inovações foi o Débito Direto Autorizado, o DDA.


 

O Que é DDA

O DDA (Débito Direto Autorizado) é um serviço oferecido pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) em parceria com os bancos associados e que está disponível desde o ano 2009. O DDA consiste na apresentação eletrônica de cobranças registradas em nome do cliente cadastrado no sistema (sacado). O grande diferencial do DDA é a conveniência de deixar de receber boletos físicos em seu endereço e poder controlar todas as cobranças eletronicamente.
O DDA, porém, não equivale ao serviço de débito automático. A decisão de quando a cobrança será paga continua sendo do cliente, e o não pagamento de uma cobrança enviada via DDA terá exatamente as mesmas consequências para o não pagamento de um boleto impresso.
 

O que é necessário para utilizar o DDA

Para começar a usar o DDA, é necessário se cadastrar como Sacado Eletrônico no banco de preferência. Feito isso, as cobranças registradas para este cliente ficarão disponíveis no sistema. O cliente, por sua vez, deverá acessar o sistema e verificar se há cobranças disponíveis e então optar pela quitação ou agendamento da quitação para uma data conveniente. O acesso às cobranças deverá ser feito via Internet Banking ou nos caixas eletrônicos do banco escolhido.
 

Vantagens para o sacado (cliente) da cobrança

  • Certeza do recebimento da cobrança: redução de problemas com extravios ou não recebimento do boleto;
  • Maior segurança contra fraudes;
  • Redução do uso de papel, diminuição no impacto ambiental;
  • Maior facilidade para pagamento, pois não é necessário preencher códigos de barras ou qualquer outra informação;
  • Comodidade de visualizar e pagar suas contas em qualquer lugar.

 

Vantagens para o cedente da cobrança

  • Redução de custos com emissão e envio de boletos;
  • Mais rapidez na entrega da cobrança (até dois dias úteis);
  • Confirmação eletrônica da entrega da cobrança.

 

Desvantagens

  • O serviço do DDA pode ser cobrado pelo banco;
  • Não existe atualmente notificação via e-mail ou sms, é necessário que o cliente acesse o sistema diariamente para verificar se há cobranças pendentes;
  • Não permite agrupar diversas cobranças de um mesmo cedente;

 

Outras Informações

– Mesmo optando pelo DDA, o cliente ainda poderá receber algumas cobranças em papel. Atualmente, só é possível receber via DDA cobranças de boletos registrados. Boletos não registrados e cobranças de tributos ou de concessionárias de serviços (água, luz, telefone) permanecem em papel.

– É necessário ser correntista de um banco para se cadastrar como sacado eletrônico, porém não há necessidade de se cadastrar em todos os bancos para receber cobranças via DDA. Uma vez que o cliente possua o serviço em uma instituição, todas as cobranças registradas serão enviadas para o seu sistema, independente do banco em que a cobrança tenha sido emitida.

– É possível também cadastrar outras pessoas para visualizar as cobranças. Por exemplo: empresas podem cadastrar suas filiais e pessoas físicas podem cadastrar filhos ou outros parentes dos quais queiram controlar eletronicamente as cobranças recebidas em seus nomes.

– Apesar do DDA não ser tratado como débito automático, é possível cadastrar as cobranças recebidas via DDA no serviço de débito automático também.

 

O DDA é uma vantagem proporcionada pelos avanços da tecnologia, facilitando os processos de pagamento de contas principalmente para aqueles que já estão habituados a fazer todos os processos através do internet banking. Além da preocupação com o meio ambiente.

O Bluesoft ERP atualmente já é preparado para receber as cobranças enviadas via DDA através do EDI Bancário, facilitando ainda mais o processos para empresas pois dispensa a necessidade do acesso ao internet banking, permitindo que as cobranças sejam controladas em uma única tela através do sistema.

Gleycielle Souza

Analista de Negócios – Financeiro