27259aa051

Os Bens fazem parte do Ativo da empresa e são tudo aquilo que possui valor econômico e que pode ser convertido em dinheiro, sendo utilizado na realização do objetivo principal de seu proprietário. São as coisas úteis, capazes de satisfazer as necessidades das pessoas e das empresas. Acesse o posto para saber um pouco mais.

Os bens classificam-se em: Bens Móveis (passíveis de remoção sem dano pois não são fixos ao solo), Bens Imóveis (não podem ser retirados de seu lugar natural sem destruição ou dano pois são fixos ao solo), Bens Tangíveis (constituem uma forma física, são concretos e podem ser tocados) e Bens Intangíveis (não constituem uma realidade física e não podem ser tocados),, veja mais abaixo:

Bens corpóreos – Também conhecidos por bens tangíveis ou materiais, são os bens que constituem uma forma física, bens concretos, que podem ser tocados.

Bens imóveis – Bens que não podem ser retirados de seu lugar natural (solo e subsolo) sem destruição ou dano. Aqueles que, para serem deslocados, terão de ser total ou parcialmente destruídos. Ex.: árvores, edifícios, terrenos, construções, etc.

Bens intangíveis – Também chamados de bens incorpóreos e bens imateriais, são os bens que não constituem uma realidade física e que não podem ser tocados. Ex.: nome comercial (marca), patente de invenção, ponto comercial, o domínio de internet, etc.

Bens móveis – Bens passíveis de remoção sem dano, seja por força própria ou por força alheia. Objetos concretos, palpáveis, físicos, que não são fixos ao solo. Ex.: dinheiro, veículos, móveis, utensílios, máquinas, estoques, animais (que possuem movimentos próprios, semoventes), etc.

Bens tangíveis – Também conhecidos por bens corpóreos ou materiais, são os bens que constituem uma forma física, bens concretos, que podem ser tocados.

Renan Ferreira 

Analista de Negócios – Tributário