money

Investimentos sempre são um assunto delicado no mundo dos negócios. Investir de maneira errada pode ocasionar em prejuízos inesperados que acabam comprometendo gravemente o fluxo de caixa da empresa.
Para evitar problemas como esse, investidores utilizam de vários recursos de análise financeira para garantir a viabilidade do projeto antes de fazer o investimento de fato.
Um dos recursos mais comuns para essa análise é o Payback.

Saiba agora como este indicador pode ajudar nas análises de investimentos:

O que é Payback?

 
O payback é um indicador que mostra em quanto tempo o lucro total gerado por um investimento será equivalente ao valor de investimento inicial, em outras palavras, quando o investidor terá o seu dinheiro de volta.

Para entender melhor esse conceito, é necessário ter em mente que ao fazer um investimento o empresário está abrindo mão de um recurso financeiro temporariamente, e durante um determinado tempo ele estará se privando de utilizá-lo. O payback calcula esse tempo que levará para que esse recurso esteja disponível novamente. Por isso, o payback é muitas vezes utilizado como critério de avaliação para tomar decisões quanto a investimentos.
 

Como o payback é calculado?

 
O cálculo do payback é realizado de uma maneira muito simples:

payback

Por exemplo:

Um investimento de 20 milhões de reais que rende 5 milhões de lucro por ano em 10 anos. Portanto:

exemplo 1

O retorno do valor exato do lucro inicial virá em 4 anos.

Porém o payback não deve ser utilizado como único fator determinante para tomar uma decisão, pois nem sempre o investimento com menor índice de payback é o mais lucrativo. Veja:

1. Um investimento de 20 milhões de reais que rende 5 milhões de lucro por ano em 10 anos:

exemplo 1

2. Um investimento de 18 milhões de reais que rende 6 milhões por ano em 4 anos:

exemplo 2

Analisando estes resultados, vemos que o exemplo 1 tem um índice de payback de 4 anos, enquanto o exemplo 2 tem um índice de payback de 3 anos. Pensando apenas no payback, o exemplo 2 parece o melhor, porém devemos levar em conta também o seguinte:

1. 5 milhões por ano x 10 anos = 50 milhões – 20 milhões de investimento inicial = 30 milhões de rendimento.

2. 6 milhões por ano x 04 anos = 24 milhões – 18 milhões de investimento inicial = 06 milhões de rendimento.

Com isso, notamos que apesar do exemplo 2 ter um menor índice de payback, o exemplo 1 possui é mais lucrativo em questão de rendimento.

O payback, portanto, é um bom indicador para avaliar não o investimento de melhor rendimento e sim o que terá menor impacto. Também pode ser utilizado para medir o grau de risco de um investimento.
 

Payback Simples x Payback Descontado

 
É possível ainda avaliar o payback de duas maneiras: Payback Simples e Payback Descontado.

Payback simples: considera apenas o tempo que será necessário para ter o retorno do valor investido. Porém esse cálculo pode não ser fiel, pois ele não leva em consideração outros fatores como o custo do capital ao longo do tempo.

Payback descontado: avalia o tempo que levará para ter o retorno do dinheiro, porém considerando também o fluxo de caixa descontado, isso é, considerando também as taxas de juros de capital da empresa, correções monetárias, entre outros. Dando um retorno mais preciso.
 

Principais Vantagens do Payback

 

  • É um índice de fácil compreensão, dispensando análises muito complexas e por isso é muito utilizado;
  • Permite ter maior conhecimento com relação a liquidez de um investimento;
  • Pode ser um fator determinante para investimentos ou projetos de risco muito elevado.

Portanto, o payback é um bom indicador para avaliar a viabilidade de projetos menores e de curto prazo ou pequenos investimentos, pois favorece principalmente projetos que liberam o recurso mais rapidamente, o que é bom principalmente para pequenas empresas. Além disso, é um índice muito importante não apenas para avaliar o tempo de retorno simplesmente, mas o impacto que um investimento poderá ter nos negócios, fornecendo assim um horizonte mais seguro para um investidor.

Gleycielle Souza

Analista de Negócios – Financeiro