Com certeza, você já deve ter ouvido falar de Curva ABC e de sua importância para as empresas.

Quer aprender como a Curva ABC ajuda na tomada de decisão e seu impacto no varejo? Então continue lendo!

O que é Curva ABC?

A Curva ABC é um método de classificação, definido pelo Princípio de Pareto, onde podemos separar de um montante, os itens de maior relevância ou de maior impacto nas operações. O nome ‘ABC’ é sim uma analogia com as três primeiras letras do alfabeto. Isso, para lembrarmos que o mais importante deve ser visto primeiro.

Pra que serve a Curva ABC?

Ela ajuda os gestores nas tomadas de decisões, definindo quais são os produtos mais vendidos, giro do estoque, quais geraram mais lucros e, com estas informações é possível verificar onde os recursos podem ser direcionados. Porém, isto não significa que é necessário focar apenas no produto mais importante e com maior índice de venda. Isso, pois há muitas variações no mercado, o que pode comprometer o investimento em um único produto.

 

Vantagens x Desvantagens

 

Vantagens: Ao utilizar a curva ABC para a gestão do estoque, sua empresa será capaz de identificar os itens mais importantes armazenados e saber como traçar estratégias para melhorar seu fluxo de entrada e saída, desta forma, os recursos investidos no estoque podem ser otimizados, evitando desperdícios de recursos financeiros e materiais, contribuindo para que sua empresa aumente a lucratividade.
Desvantagens: Há a necessidade de revisão constante, pois os dados, que são em grande quantidade, mudam o tempo todo. Há uma maior preocupação em gerar informações estratégicas corretas do que em usá-las.

Como calcular?

O cálculo da Curva ABC é bem simples. Funciona mais ou menos assim:

  • Classe A: itens de maior importância, valor ou quantidade
  • Classe B: itens com importância, quantidade ou valor intermediário
  • Classe C: itens de menor importância, valor ou quantidade

Essa metodologia pode ser aplicada em diversas áreas da empresa, assim, é possível visualizar de forma clara qual você deve ganhar mais ou menos atenção e as estratégias a ser desenvolvidas.

Se beneficiam da Curva ABC, por exemplo, as áreas de análise de clientes e produtos, administração de estoques, na definição de políticas de vendas, para o estabelecimento de prioridades, para a programação de produção, entre outros.

Como o ERP pode te ajudar?

Com um sistema qualificado, todo o seu trabalho se resumirá em cadastrar os dados do produto e seu respectivo valor. Toda a complicação do cálculo ficará por conta da tecnologia.

No sistema Bluesoft ERP, este cálculo é feito de forma automática, considerando os dados abaixo:

A Curva ABC tem por base os últimos 30 dias corridos de vendas, onde é realizada a soma de todos os produtos no período.

O sistema elabora uma lista classificando cada produto conforme o total de suas vendas no período criando uma lista decrescente de valor.

Com esta lista, o sistema classifica os produtos em A, B e C (com três níveis cada) seguindo a relação de porcentagem da participação dos produtos sobre o total de vendas no período.

A classificação é baseada nos valores abaixo:
  • ‘A1′ – Itens cujo as vendas acumulam o valor menor ou igual a 25% do total de vendas dos 30 dias corridos;
  • ‘A2′ – Itens cujo as vendas acumulam o valor entre 25,01% e 40% do total de vendas dos 30 dias corridos;
  • ‘A3′ – Itens cujo as vendas acumulam o valor entre 40,01% e 50% do total de vendas dos 30 dias corridos;
  • ‘B1′ – Itens cujo as vendas acumulam o valor entre 50,01% e 70% do total de vendas dos 30 dias corridos;
  • ‘B2′ – Itens cujo as vendas acumulam o valor entre 70,01% e 80% do total de vendas dos 30 dias corridos;
  • ‘B3′ – Itens cujo as vendas acumulam o valor entre 80,01% e 90% do total de vendas dos 30 dias corridos;
  • ‘C1′ – Itens cujo as vendas acumulam o valor entre 90,01% e 95% do total de vendas dos 30 dias corridos;
  • ‘C2′ – Itens cujo as vendas acumulam o valor entre 95,01% e 98% do total de vendas dos 30 dias corridos;
  • ‘C3′ – Itens cujo as vendas acumulam o valor entre 98,01% e 100% do total de vendas dos 30 dias corridos;

 

Assim, é possível analisar relatórios com informações sobre vendas ou a própria cobertura de estoque. Isso, selecionando apenas os produtos da curva que você quer analisar, ou todos, para uma visão mais ampla.

Com a oportunidade de visualizar quais produtos vendem mais e quais vendem menos, você dimensionará melhor seu estoque e também poderá direcionar seus esforços em produtos que realmente valem a pena e que precisam de estratégias diferentes para serem alavancados.

Está interessado em implantar o Bluesoft ERP na sua empresa? Entre em contato com nossa equipe comercial e descubra como podemos ajudá-lo.

Que tal ficar por dentro dos últimos conteúdos da Bluesoft? Então inscreva-se em nossa newsletter no canto superior direito desta página.